Currículo para fazer universidade no exterior
CV - Como escrever

Currículo para faculdade no exterior

A experiência profissional para o ingresso em cursos de pós-graduação em universidades europeias pode ser, em alguns casos, mais importante que sua qualificação acadêmica. A vivência em um ambiente corporativo pode comprovar sua habilidade em uma área específica muito mais que o conhecimento teórico. Por isso, a apresentação do seu currículo profissional pode causar impressões positivas ou negativas no resultado no seu processo de admissão. 

Já vi por diversas vezes decisões sobre a admissão em um curso acadêmico serem tomadas com base na experiência profissional, colocando a formação acadêmica em segundo plano. Sim, isso é muito comum em universidades europeias. 

Mas você sabe como apresentar o seu CV da melhor maneira possível às universidades no exterior? Aqui você terá dicas relevantes para que suas experiências o tornem ainda mais cobiçado pelas universidades europeias.  

1 – FORMATO DO CURRÍCULO

Se a gente batesse um papo  agora, como você descreveria as suas experiências profissionais? O ser humano gosta de ouvir histórias pois elas prendem a nossa atenção. O CV não é diferente. É uma história contada em poucas palavras, imagens e formatação cativante. 

O departamento de admisão e o corpo acadêmico pode  fazer um julgamento das suas aptidões de 2 a 5 segundos para então entender a fundo o que você é capaz de oferecer. 

Sua história pode ser contada muito mais facilmente se o formato deste documento estiver mais acessível aos olhos.  Saiba usar o espaço de maneira prática onde informações podem ser acessadas de maneira bem facilmente.  

Se possível, tenha todas as informações em uma página. Isso facilita demais para o leitor. 

Geralmente os currículos na Europa tendem ser o mais imparcial possível. Sem fotos, idade, nacionalidade ou gênero. 

Veja um exemplo na figura abaixo. 

Exemplo de CV

Considere os seguintes aspectos:

a)Facilite a vida do leitor. Seja coeso e conciso na preparação deste documento. Aqui não há uma descrição detalhada das suas funções, mas sim uma visão geral das suas atribuições;

b)Observe a ortografia e semântica do currículo. Pessoas tendem a fazer um julgamento de valor ao ver erros ortográficos. Eu sei, não é justo e não reflete o que você é. Portanto, leia e releia o texto antes de submetê-lo.

c) Peça ajuda para montar o documento. Encontre pessoas com um bom comando da língua inglesa e entendimento  para te ajudar com a estrutura textual. Lembre-se: usar o google tradutor não é aconselhável, pois há vários deslizes na semântica que destroem o entendimento do texto. Se precisar de ajuda, estou aqui para te levar mais longe. Fale comigo.

2 – PERFIL PESSOAL (PERSONAL PROFILE) 

Este é um dos poucos textos discursivos do documento. O perfil pessoal ou personal profile geralmente vem no começo do documento e mostra o que você é capaz de entregar profissionalmente, ou seja, há uma ênfase em resultados e não na descrição das competências técnicas.  

Aqui também não é o espaço ideal para focar na sua personalidade com adjetivos clichés como hardworking, motivated ou disciplined, isso já esperado de qualquer candidato. 

Veja um exemplo de um perfil abaixo.  

“A successful professional with a wealth of transferable skills gained in the retail sector. Possesses a commitment to delivering customer service excellence and a reputation for ensuring complete customer satisfaction. Able to reduce costs by implementing processes that are more efficient. Maximises profits by analysing trends and providing advice and guidance to junior colleagues.”

O exemplo acima mostra um comprometimento com resultados. Veja mis sobre personal profile neste vídeo. 

Dicas para ficar melhor

  1. O Personal profile pode ser a única informação realmente processada pelo leitor, portanto use pouquíssimas palavras e organize no documento de forma a ser facilmente identificado. 
  2. Cuidado com a “superadjetivação”. Seja sutil no uso das qualidades, pois além de tomar espaço, não agrega nada  no conteúdo. 
  3. Tente usar pelo menos três resultados profissionais. Não é uma regra, mas essa combinação de padrão e brevidade resulta em conteúdo memorável, o que fará de você um escritor mais envolvente.

3 – EXPERIÊNCIA PROFISSIONAL 

Esse é um campo extremamente coeso. Inclua funções exercidas seja em trabalhos voluntários ou remunerados que você teve. Liste-os em ordem cronológica para facilitar ao leitor. Cada experiência precisa ser organizada divididas em em três campos principais: 

  • Título;
  • Lista de atribuições;  
  • Achievements; 

Título da experiência

Aqui três informações básicas precisam estar bem claras. Assegure-se que o título seja facilmente identificado visualmente.

  • Dados do empregador
    • Insira o nome da sua empresa/ organização e a cidade em que está situada.
  • Função
    • Qual é/ foi o título do seu trabalho.  Não entre em detalhes use cerca de três palavras.
  • Período trabalhado
    • Geralmente compreende o mês e ano de início e término do contrato empregatício. Não use somente o ano.

Lista das atribuições

Use palavras ativas para salientar seus pontos fortes e habilidades, descrevendo suas responsabilidades na empresa onde trabalhava. Expressões em inglês geralmente se apresentam no passado/ particípio sem o pronome.  Ações como Managed, Supported ou Generated soam muito bem na descrição. Veja um exemplo abaixo.

Achievements (Resultados) 

Em um CV é muito importante diferenciar movimentos (ações) de resultados (realizações). Existe uma grande discrepância entre os dois. De acordo com uma pesquisa realizada pelos autores de “Currículo brilhante: o que os empregadores querem ver e como dizer”, os candidatos com currículos focados em resultados têm três vezes mais chances de serem aceitos do que aqueles que focam somente nas ações.

Qualquer atividade, ação ou tarefa que é realizada ou alcançada com sucesso por meio de esforço e habilidade é considerado uma realização.

As realizações pessoais não precisam ser grandes para serem incluídas em seu currículo. Quaisquer resultados  que o retratam de forma positiva e agreguem valor à sua inscrição merecem ser mencionadas em seu currículo.

As realizações pessoais podem ser muitas coisas, incluindo:

  •      Prêmios
  •      Promoções
  •      Treinamento ministrados
  •      Projetos importantes concluídos no prazo e dentro do orçamento
  •      Aumento dos números de vendas (%)
  •      Qualificações obtidas
  •      Bons resultados em exames e testes
  •      Organização de feiras, eventos  etc.

Veja exemplos em inglês de como poderá expressar as realizações em um currículo.

Exemplos de realizações de negócios

  • Completed 200 hours of work experience
  • Sales increased by 17% in six months (sales or marketing role)
  • Successfully managed and led a team of six members (manager)

Exemplos de realizações acadêmicas

  • Received the award ‘Golden Math’ due to my performance in class
  • Elected Class Representative
  • Elected Project Manager 

Exemplos de realizações pessoais

  • Completed a marathon to help an NGO
  • Learned a new programming language
  • Captain of the local football team

Considere

  1. Os Achievements são armas muito poderosas, não os despreze;
  2. Mantenha as frases bem curtas. No máximo duas linhas. Como mencionei anteriormente, a ideia é facilitar ao máximo ao leitor para que o mesmo se interesse mais por você;
  3. Você já conquistou muita coisa. Todos nós temos algo para oferecer;
  4. Procure uma pessoa para te ajudar a pensar fora da caixa. Converse sobre suas experiências profissionais para que perceba o quanto já realizou em sua carreira profissional e acadêmica.

Baixe também um modelo gratuito de CV para te ajudar a se sobressair ainda mais!

  1. QULIFICAÇÕES ACADÊMICAS

As qualificações acadêmicas (geralmente cursos universitários e período escolar) são relevantes para a sua aceitação. 

Insira quaisquer cursos ministrados por universidades, escolas e programas profissionalizantes. Em alguns casos mencione  até mesmo cursos incompletos, pois pode ajudar na tomada de decisão do departamento de admissão. 

Dicas essenciais

  • Como regra geral, use ordem cronológica inversa, portanto, se você possui qualificações de pós-graduação, seu diploma mais recente vem em primeiro lugar.
  • Inclua o nome formal completo da sua universidade, o nome do seu diploma e as datas em que você o realizou. Inclua sua data prevista de formatura como a data final se você ainda estiver estudando e escrevendo um currículo de estudante.

Caso tenha concluído um curso superior, não há necessidade de inserir a formação do seu ensino médio, pois subentende-se que você já possui essa qualificação.

Se você acabou de se formar na universidade essa seção pode ser um pouco diferente. Você pode listar módulos individuais, desde que sejam relevantes para o curso que está se candidatando. Você também pode incluir atividades extracurriculares relevantes, sobretudo o título da sua dissertação ou trabalho de conclusão de curso. 

Conclusão

Seja qual for o estágio em que você esteja em sua carreira, a formatação do seu currículo vai realmente fazê-lo se destacar no processo de admissão. Quanto maior sua experiência profissional, mais relevante esse documento se torna, podendo até mesmo ser mais relevante que suas qualificações acadêmicas. 

Antes de submeter o documento, considere. 

  1. O formato está fácil de ser compreendido? O texto parece embaralhado e não há definições claras? Pedi a revisão feita por um amigo, familiar ou consultor? Ei, estamos aqui para te ajudar. 
  2. Como está a ortografia do documento? As frases fazem sentido? Se usei uma ferramenta de tradução, isso é refletido bem na língua inglesa? 
  3. O meu CV está focado em resultados? Escrevi de maneira coesa todos esses pontos? 

Para te ajudar ainda mais, baixe gratuitamente um modelo de CV em inglês para você aumentar su

Deixe a gente te ajudar 🙂 

Sobre o autor

Paulo Santiago é empreendedor com mais de 15 anos de vivência no exterior. Ele já ajudou mais de 300 alunos a ingressarem em diversas universidades do mundo. Paulo é apaixonado por educação superior internacional pois entende que esse é o acesso para empregos de altos salários em várias regiões do mundo. Precisa de uma ajuda personalizada? Não deixe de falar conosco para entender as suas possibilidades.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *